#ws #ws

Dicas de Yorubá VII

Publicado por Gill Sampaio Ominirò em 19/01/2017 às 20h54

 

 

Usos da expressão ẹ̀gbọ́n (irmão mais velho)

 

 

Ẹ̀gbọ́n mi – meu irmão ou irmã mais velho(a)

 

Ẹ̀gbọ́n wa – nosso(a) irmão ou irmã mais velho(a)

 

Ẹ̀gbọ́n rẹ – seu (sua) irmão ou irmã mais velho(a)

 

Ẹ̀gbọ́n yín – o(a) irmão ou irmã mais velho(a) de vocês

 

Ẹ̀gbọ́n rẹ – o(a) irmão ou irmã mais velho(a) dele(a)

 

Ẹ̀gbọ́n wọn – o(a) irmão ou irmã mais velho(a) deles(as)

 

 

Importante destacar a pronúncia, pois, apesar da escrita “ẹ̀gbọ́n”, o assento agudo complementado pela ponto abaixo do “o” indicam uma abertura da pronúncia, porém anasalada o que dá a impressão de “on”, porém, a correta é “an”. Assim, a pronuncia correta para “ẹ̀gbọ́n” é /egbam/. No brasil, no entanto, não temos o fonema /gb/, o que dificulta sua execução. O comum é a pronúncia /ebam/. À parte seu uso, é importante que saibamos qual a pronúncia correta mesmo que não usemos.

 

Importante lembrar que o yorubá é uma língua tonal, isso quer dizer que ela se alicerça pelo tom a fim de atribuir sentido às palavras. Assim, todas as letras são pronunciáveis, ou seja, não existem letras “mudas”.

 

Outro dado de imensa importância é o uso da expressão “ẹ̀gbọ́n mi” no candomblé. Apesar de seu significado literal ser “meu irmão ou irmã mais velho(a)”, ao longo da história, esta expressão passou a titular uma espécie de cargo na religião.

 

Funciona, então, da seguinte forma: o ìyawó que passa pelo ritual do ọdún éje (festejos dos sete anos), passa a ser chamado de, indiscriminadamente, ẹ̀gbọ́n mi, independente de sua idade iniciática. Do ponto de vista do idioma, da semântica, é um erro, pois um ìyawó com três anos de iniciação é ẹ̀gbọ́n de outro ìyawó com dois anos. Da mesma forma, um ẹ̀gbọ́n com dez anos de iniciação não poderia chamar o iniciado de sete (mesmo com ọdún éje), de ẹ̀gbọ́n mi, pois seria uma incoerência linguística. No entanto, o uso é que dá significado ao significante e a expressão ẹ̀gbọ́n mi tornou-se um título para que cumpriram o ritual do ọdún éje.

 

Nota-se, principalmente nas redes sociais, que com o passar do tempo e com a aquisição de informações sobre o idioma yorubá, esse desvio de linguagem normativa vem se modificando e o uso correto da expressão ẹ̀gbọ́n tem se intensificado.

 

Categoria: Antropologia, Cultura, Tradição Escrita, Tradução, Transmissão de Conhecimento

Comentários

Rose lopes em 10/02/2017 19:55:07
Gostei muito $empre è bom termos chances de.lermos , e aprrnder algu sobre a ligua em yoruba que eata è a nossa segunda língua , pricipalmente do povo do axe .
Zizi em 08/02/2017 16:10:02
Obrigado, gostaria muito de aprender yoruba. Obrigado pela oportunidade.
Ricardo em 08/02/2017 00:12:26
De fato e muito bom nos aprendermos nossa cultura
Tiago Azevedo em 07/02/2017 22:31:40
Perfeito!
Rose Baldi em 04/02/2017 07:00:14
Parabéns é sempre bom aprender.
Renata Valongo em 26/01/2017 11:02:04
Parabéns pelo último artigo! Para mim foi de grande valia.

Enviar comentário

voltar para Dicas de Yorubá

left show tsN fwR|left tsN fwR uppercase fsN|left show normalcase fsN fwB|bnull||image-wrap|news normalcase c10|fsN fwR c10 normalcase|b01 c05 bsd|login news fwR c10 normalcase|tsN fwR c10 normalcase|signup|content-inner||